Por quê contratar?




  • Proteção jurídica especializada do patrimônio da Empresa em relação a clientes, fornecedores e colaboradores, bem como terceiros;
     
  • Melhoria substancial da tomada de decisões, em razão da mentalidade jurídica adquirida e possibilidade de contato a qualquer momento com o advogado especialista;
     
  • Redução considerável dos problemas cotidianos, em razão da postura preventiva própria da área jurídica e dos procedimentos implantados;
     
  • Diminuição da possibilidade de processos judiciais e demandas no PROCON pelo alinhamento com as práticas legais, sobretudo de Direito do Consumidor;
     
  • Disponibilidade total de advogado especialista em empresas que estará presente semanalmente dentro da empresa para acompanhar procedimentos e esclarecer dúvidas, com a geração de relação de confiança;
     
  • Controle total de tudo que for feito, desde procedimentos de consultoria até atividades jurídicas, através de relatórios;
     
  • Não ter custo adicional com advogado em processos, contratos ou outras demandas até 20 salários mínimos;
     
  • Aumento da autoridade e do respeito pelo empregador e diminuição de custos pela aplicação em conjugação do procedimento de justa causa com o procedimento de apuração de fato, com o não pagamento de verbas rescisórias de milhares de reais oriunda demissão por justa causa;
     
  • Diminuição de reclamações por colaboradores quanto a fazer atividades acessórias, por meio da definição de contrato de trabalho com obrigações primárias, secundárias e terciárias;
     
  • Diminuição de reclamações de clientes por saber exatamente o que foi contratado, garantias e seus limites, forma de pagamento, prazo e demais detalhes, através da implementação de contratos;
     
  • Grande probabilidade de recebimento de todos os valores por serviços prestados pela gestão de contratos, bem como propor execuções com várias formas efetivas de busca de bens de forma judicial;
     
  • Aumento da disciplina e diminuição do descumprimento de ordens e prática de condutas irregulares, em razão de procedimento de apuração de fato, ocasionando maior produtividade e melhor ambiente de trabalho;
     
  • Controle total dos negócios realizados da empresa através da implementação de gestão de contratos;
     
  • Redução de custos pela contratação de estagiários em conformidade com a legislação ao invés de funcionários para potencializar os resultados, através de consultoria própria;
     
  • Evitar o cometimento de crimes empresariais, tributários e previdenciários oriundos da prática de condutas irregulares no cotidiano do negócio, por meio da orientação acerca dos procedimentos corretos;
     
  • Proteção da marca através de registro no INPI;
     
  • Manutenção de toda a clientela do ponto empresarial pela análise de contrato de locação e definição de estratégias de negócio;
     
  • Recebimento de dinheiro e redução de custos, por meio da apuração de tarifas bancárias cobradas indevidamente;
     
  • Recebimento de dinheiro e diminuição de valores a serem pagos em contratos de alienação fiduciária com cláusulas abusivas, através de análise e pedido judicial de revisão;
     
  • Redução de custos ao evitar o pagamento indevido de obrigações contratuais, através da análise de contratos e eventual consignação judicial ou extrajudicial de pagamento;
     
  • Redução de custos por evitar propor demandas judiciais desnecessárias a depender do caso concreto ou demandar de forma estratégica, para reduzir ao máximo os custos do processo;
     
  • Diminuição de custos através de possíveis reduções de multas de autos de infração e obtenção de acordos trabalhistas;
     
  • Redução de custos por evitar demandas trabalhistas e multas administrativas, através da análise detalhada de acordo ou convenção coletiva e propostas de alteração para fins de negociação;
     
  • Diminuição de custos por evitar multas administrativas no caso de prestadores de serviços, através de contratos de terceiros devidamente formalizados;
     
  • Redução de custos por evitar futuras demandas trabalhistas por definir quando caracteriza o vínculo empregatício ou não;
     
  • Diminuição dos custos pela substituição de mão-de-obra com vínculo empregatício por terceirizada, através de análise de viabilidade de terceirização de determinada atividade;
     
  • Redução de custos pela atuação em conjunto com área contábil em planejamento tributário;
     
  • Redução de custos pela adequação da empresa em benefícios de microempresas e empresas de pequeno e médio porte;
     
  • Aumento de autoridade e fortalecimento dos poderes de direção dos administradores através de reformulação de contrato social;
     
  • Sobrevivência da empresa em situação de possibilidade de quebra, através do direcionamento jurídico para recuperação judicial ou extrajudicial, bem como acordos com credores;
     
  • Proteção ao patrimônio da empresa no caso cisões, transformações, trespasse e sucessão empresarial feitas de forma juridicamente adequada;
     
  • Proteção do patrimônio da empresa e de seus sócios, bem como redução de custos pela adequação ao tipo societário adequado e enquadramento legal, conforme as necessidades do empreendimento;
     
  • Proteção ao patrimônio da empresa e de sócios contra ações de improbidade administrativa, crimes contra a administração pública, ações civis, através da análise e acompanhamento de procedimentos licitatório.


© 2017 Rios Carvalho Jurídico de Empresas. Todos os direitos reservados.