O cliente da minha empresa pode desistir 5 minutos depois de realizada a compra?


Definitivamente não. O cliente que está no ponto de venda, teve o contato direto com o produto, dessa forma, avaliou as suas condições, tipo de material empregado, entre outras peculiaridades típicas do produto, não tem o direito de desistir da compra.

No entanto, sob o ponto de vista do relacionamento com o cliente, claro que a empresa deve cancelar a compra quando solicitada pelo cliente quando ocorrida pouco tempo após a aquisição do produto ou serviço, pois, como sabemos, uma empresa não vende apenas uma vez, deve vender sempre para que possa se perpetuar no mercado. Para isso, é fundamental cativar as boas relações com seus clientes, tendo em vista a força que provém do boca-a-boca.

O Código de Defesa do Consumidor traz uma exceção a esse direito de arrependimento. No caso de compras fora do estabelecimento comercial, isto é, pelo telefone, internet ou outro local, como a residência do cliente, dá direito ao consumidor ao cancelamento da compra no prazo de 7 dias.

Evidente que a lei traz esse direito de arrependimento a produtos e serviços, porém, apesar de ser uma solução ampla, é incompatível na prática, em alguns casos, como produtos perecíveis ou que possam comprometer a integridade do produto após sua utilização.

Desse modo, importante destacar que é impossível enxergar a aplicação de normas do Código de Defesa do Consumidor sem levar em consideração a dinâmica das relações de negócios, bem como o impacto do comportamento da empresa e do cliente na área comercial e financeira da empresa, bem como na imagem construída perante o mercado.

 

Marco Túlio Rios Carvalho

Advogado e Consultor

© 2017 Rios Carvalho Jurídico de Empresas. Todos os direitos reservados.